Apresentação

Espaço para a apresentação e análise de estudos e pesquisas de alunos da UFRJ, resultantes da adoção do Método de Educação Tutorial, com o objetivo de difundir informações e orientações sobre Química, Toxicologia e Tecnologia de Alimentos.

O Blog também é parte das atividades do LabConsS - Laboratório de Vida Urbana, Consumo & Saúde, criado e operado pelo Grupo PET-SESu/Farmácia & Saúde Pública da UFRJ.Nesse contexto, quando se fala em Química e Tecnologia de Alimentos, se privilegia um olhar "Farmacêutico", um olhar "Sanitário", um olhar socialmente orientado e oriundo do universo do "Consumerismo e Saúde", em vez de apenas um reducionista Olhar Tecnológico.

domingo, 18 de junho de 2017

Chá emagrecedor realmente é uma opção saudavel de emagrecimento?

Chá emagrecedor realmente é uma opção saudavel de emagrecimento ?



 O consumo indiscriminado de produtos para emagrecimento pode colocar a saúde das pessoas em risco, misturas de chás podem ser combinações perigosas e prejudicar o funcionamento regular do organismo.  Leia mais >



Com a preocupação de reduzir a tendencia a obesidade da populacao atual, pesquisas têm avaliado um novo grupo de alimentos benéficos à saúde, capazes de nutrir e reduzir o risco de doenças se consumidos adequadamente. Esses alimentos, ditos funcionais, segundo a resolução n. 19, de 30 de abril de 1999, instituída pela ANVISA, possuem nutrientes ou não nutrientes que desempenham papel metabólico ou fisiológico no crescimento, no desenvolvimento, na manutenção e em outras funções normais do organismo; os benefícios destes alimentos, portanto, devem ser comprovadas cientificamente por meio de ensaios clínicos (ORNELAS, 2007).

Fundamentos Bromatológicos

A mistura de chás utilizados nesse produto, combina Chá verde (Camelia sinensis); Carqueja (Bacccharis genistelloides); Sene (Cássia angustifolia); Cáscara Sagrada (Rhamnus purshiana); Boldo (Pneumus boldus); Erva Doce (Pimpinela anisum); Hortelã (Mentha piperita); combinando chás com propriedades diuréticas (chá verde)  e laxativas (sene).  Essa combinação é contraindicada, já que o sene é uma planta que apresenta derivados antracenicos (antraquinonas – heterozideos tipo O e C).

Esses heterosideos em sua forma reduzida, promovem o bloqueio da bomba de sódio e potássio ATPase e assim promovem liberação de ions cloreto e diminui a reabsorção de água. O consumo em conjunto com plantas que promovem a diurese iria aumentar a excreção de agua e o organismo não seria capaz de reabsorver por tambem estar sob efeito do sene que diminui a reabsorcao de agua, tornando essa combinacao perigosa uma vez que o consumidor correrá grande risco de desidratação.

Legislação

Observando a legislação vigente no Brasil, verificamos que não há contraindicacoes dispostas em lei para a mistura de vários tipos de chá. O uso de combinações de diferentes ervas é permitido nesses produtos.
De acordo com a portaria 519, de 26de junho de 1998 (Anvisa), o produto se classifica como chá preparado em infusão.

Conclusão

Como essa mistura de chás pode ser prejudicial a saúde pelo risco de poder causar desidratação em caso de consumo excessivo, o ideal seria que o consumidor fizesse uso de apenas uma erva, como por exemplo o chá verde, que temos estudos comprovados que o consumo regular pode auxiliar no emagrecimento, com o auxílio de uma dieta adequada e exercícios físicos.

Referências

- Portaria n°519, de 26 de junho de 1998, Anvisa.
- Revista Científica da FHO|UNIARARAS v. 2, n. 1/ 2014 http://www.uniararas.br/revistacientifica 41 OS BENEFÍ CÍOS DO CHÁ VERDE NO METÁBOLÍSMO DÁ GORDURÁ CORPORÁL THE BENEFITS OF GREEN TEA IN THE METABOLISM OF BODY FAT Carolina Carvalho BELTRAN, Naiara Andressa da SILVA , Laura Cristina Esquisatto GRIGNOLI , Maria Inês Vilhena SIMIONATO , Carlos Roberto Escrivão GRIGNOLI. Autor responsável: Carlos Roberto Escrivão Grignoli. <Disponível em: http://www.uniararas.br/revistacientifica 41 >

Nenhum comentário:

Postar um comentário